Atacando de Chef… Só que não! Bruschetta de queijo, tomate e manjericão!

        É simples: Eu adoro cozinhar quando não tenho que cozinhar! Entenderam?! rs Não gosto de cozinhar por obrigação, mas adoro cozinhar! Bem que a dica de hoje não se pode dizer que cozinheeeeeeeeiiii, mas as Bruschettas deram um tchán ao encontro com as amigas, ah isso deram!

Imagem

             A receita original pedia pão italiano, mas como eu não achei o danado, substitui pelo pão de Campanha, que acho que deu o mesmo resultado. É uma receita simples, fácil de fazer e não requer prática nem habilidade. Cortei o pão de Campanha em fatias irregulares, pincelei com azeite extra virgem e cobri com queijo, tomate picadinho e manjericão fresco. Levei ao forno até o queijo derreter e pronto. É ótimo para acompanhar aquele vinho delícia, mas como em Minas o inverno não chegou, as mesmas fizeram companhia para uma boa cervejinha!

                O papo estava tão “bão”, que quase deixei passar do tempo e adivinhem, esqueci da foto do prato pronto. Mas o que vale é a intenção! E aí? Receitinhas práticas?

*Essa receita eu peguei no Hoje tem visita!

Anúncios

É bom e não engorda!

Meu coração saltita de emoção cada vez que me deparo com uma encomenda entregue pelo correio e ontem não foi diferente. Após conhecer o site Enjoeinão passo um dia sem garimpá-lo. Confesso que sou medrosa para comprar online em sites que não conheço, mas quando encontrei esses três queridinhos a preços mais que acessíveis, não resisti! E em três dias os bonitinhos já estão em minhas mãos! Vale muito a pena uma visita!

Imagem

Para quem não dispensa uma boa pechincha, vale a pena conferir… O endereço é enjoei.com.br, os meus eu arrematei por 80 Dilmas e sou só alegria!

Já separam as Dilmas para algumas aquisições?

Décor – Sousplat com tecido

Nada como deixar um ambiente agradável para receber os amigos e para jantar/almoçar com a família. Eu adoro uma mesa bem posta e faço sempre que posso.

Então nada melhor do que compartilhar coisas úteis e de muito bom gosto. Esses sousplats eu ganhei de uma amiga chiquérrima que outrora fora minha sogra, a uns três anos atrás e são meus xodós. Além de úteis, dão um charme extra a qualquer mesa e dá aquela ajudinha quando lhe falta apetite. O melhor de tudo, você pode variar o quanto quiser…

Imagem

A base é feita de madeira levinha

Imagem

O tecido é cortado um pouco maior que a base, para que possa arrematar com elástico

Imagem

Como ele fica na parte de trás

Imagem

Imagem

E pronto! Agora é só usar a criatividade e abusar na escolha dos tecidos. A base ela mandou fazer com um marceneiro, mas creio que existem lojas que já comercializem essas bases.

E aí? Gostaram?

Você está definindo sua vida agora mesmo!

Título meio coercitivo, não?! Mas era a frase que eu necessitava nesse momento. Há tempos queria dar uma guinada considerável em minha vida e todas as tentativas até agora acabaram meio que frustradas. No entanto, desde a semana passada adotei o lema “Recomeçar é necessário quantas vezes for preciso” e estou colocando-o em prática (pelo menos tentando até agora).

E eis que em meio essa turbulência de decisões e iniciativas, me deparo com o vídeo de uma “palestra” da psicóloga clinica Meg Jay que me deu o empurrão definitivo que faltava. Eu sou o exemplo vivo da procrastinação e hoje me deparo com diversos projetos deixados para trás por conta disso e isso me irrita profundamente, o que me faz adiar outros diversos.

Minha vida está longe de ser o que eu planejava lá no início dos meus “vinte anos” e hoje, já quase abandonando a geração dos “vinte e poucos”, me deparo com a urgência de colocar as coisas em seus devidos lugares! Todos os “vinte e poucos” deveriam ver este vídeo!

Confiram:

http://www.ted.com/talks/lang/pt-br/meg_jay_why_30_is_not_the_new_20.html

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.” Fernando Pessoa

O Primeiro evento a gente nunca esquece!

No time das mães corujas a 5 meses, nada como testar suas aptidões ao receber os amigos mais íntimos para o primeiro evento da minha pequena. Na correria, alguns detalhes ficaram a desejar e muitas fotos faltaram. Mas vale a pena conferir a ideia de um almoço para poucos, organizado em cima da hora.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

???????????????????????????????

Como a decoração não foi feita por um serviço especializado, cada item contém o amor de cada um que me ajudou. Faltaram as fotos do almoço, da disposição de pratos e talheres, bem como o que fora servido. Mas a receita principal foi buscar algumas ideias na internet e colocar a mão na massa. E aí, gostaram?